Patrus debate combate à fome e à miséria em Contagem

O deputado federal Patrus Ananias participou nesta sexta (18/03), em Contagem, do Seminário Diálogos Necessários, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social do município, que discutiu os Desafios para o Enfrentamento à pobreza em Contagem e contou com a presença da prefeita Marília Campos , e servidores da Pasta. Na mesa de debate, o economista José Prata e a socióloga Carla Bronzo.

 

Para o deputado, o que está sendo feito em Contagem em ações de Segurança Alimentar e Nutricional, Economia Solidária e Assistência Social mostra que é possível avançarmos na área, mesmo no cenário de desmonte das políticas sociais no nível nacional, que tem atingido a população brasileira, especialmente os pobres.

O mandato do deputado Patrus é parceiro da Prefeitura de Contagem em projetos de Assistência Social, Segurança Alimentar e Geração de Trabalho e Renda. Só em 2022, está indicando emendas parlamentares no valor de R$ 650 mil para essas áreas em Contagem

Patrus lembrou das políticas implantadas em Belo Horizonte, quando foi prefeito, que valorizaram a aquisição de alimentos da agricultura familiar, com programas como Safra, Comboio do Trabalhador e Direto da Roça, eliminando atravessadores e oferecendo alimentação saudável nos Restaurantes Populares, nas escolas e creches conveniadas.

Foram implantadas ações integradas da Segurança Alimentar com a Assistência Social, a Educação e a Saúde que atuaram para promover a vida. “Nenhuma política pública resolve plenamente; todas têm um objetivo: convergem para promover a vida, o bem comum, para permitir que as famílias e comunidades possam desenvolver suas potencialidades”, destacou o deputado.

No combate à fome, Patrus Ananias ressaltou ações, também integradas, promovidas pelo governo Lula, no qual foi o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), que tiraram o Brasil do Mapa da Fome por meio de programas como o Bolsa Família, hoje destruído pelo desgoverno Bolsonaro e substituído pela farsa do Auxílio Brasil, “um programa cujos recursos são oriundos de precatórios apropriados pelo governo federal”.

No MDS, tiveram destaque também, segundo o ex-ministro, projetos de economia solidária, como o cooperativismo, buscando caminhos para a emancipação das famílias, como destacou a prefeita Marília Campos.

A prefeita havia ressaltado em sua fala que a assistência social é de vital importância, em especial em momentos de crise social e econômica, mas também as iniciativas que promovam a “dignidade e a autonomia”, como as feiras de economia solidária realizadas pela Prefeitura nas regiões da cidade.

Para o futuro do país, o deputado federal Patrus Ananias lembrou da necessidade de reformas importantes para garantir o financiamento das políticas sociais, como a reforma tributária, e a reforma agrária.

O evento contou com a participação da secretária de Desenvolvimento Social, Viviane França; dos subsecretários de Segurança Alimentar, Cida Miranda, e de Trabalho e Geração de Renda, Antônio Lambertucci, de administradores regionais, gestores e servidores da área.

 

Posts relacionados