Patrus: Nós podemos e devemos ampliar a democracia

A melhor resposta em defesa da democracia é ampliá-la! Soberania pressupõe a participação popular, que pressupõe o pleno exercício dos direitos democráticos!

Nós podemos e devemos ampliar a democracia!

Patrus Ananias fala em entrevista para Márcio Alvarenga – Programa Trocando em Miúdos

O deputado federal Patrus Ananias foi entrevistado pelo jornalista Márcio Alvarenga para o Programa Trocando em Miúdos, da rádio universitária da Universidade Federal de Uberlândia.

No quadro Assunto da Semana, Patrus fala sobre a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, lançada no último dia 04, no Congresso Nacional, e analisa os principais riscos para a Amazônia Brasileira.

No vídeo a seguir, um resumo com os principais pontos da fala de Patrus Ananias.

 

Assista também à íntegra da entrevista no youtube. Acesse e inscreva-se no nosso canal.

Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Popular

“Um país como o Brasil pode e deve aportar a sua contribuição própria, única e BRASILEIRA ao desenvolvimento da humanidade! E os sonhos legítimos de um Estado devem estar subordinados aos interesses do seu povo e à soberania nacional! Salve o Brasil! Salve o povo brasileiro!”

 

 

Acesse o nosso canal e assista também a esta versão maior, com os melhores momentos do discurso de Patrus Ananias para o Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Popular:

Em encontro em BH, Patrus anuncia ações de enfrentamento aos retrocessos

“Manter  fidelidade aos nossos sonhos e compromissos”, disse o deputado federal Patrus Ananias, em encontro que reuniu professores e profissionais liberais neste fim de semana, em BH. A conversa abordou os retrocessos sociais, políticos e econômicos, a partir do golpe que retirou o PT da presidência.

 

IMG-20190831-WA0999

“A presidenta Dilma deixou o Palácio do Planalto nesta data, 31 de agosto, e ela alertou que o golpe era contra o povo”, disse o vereador Pedro Patrus.

IMG-20190831-WA1011

Os parlamentares, em resposta às inquietações dos presentes, que se manifestaram preocupados com os frequentes ataques à democracia, anunciaram a criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, no Congresso Nacional, e de uma frente de trabalho na Câmara Municipal para debater as políticas públicas municipais e fazer o enfrentamento, por exemplo, à proposta higienista da Prefeitura de Belo Horizonte, que está instalando pedras debaixo dos viadutos, verdadeiras “hortas de pedra”.

Dia 04/09: Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional

Nós temos um compromisso marcado para a próxima quarta-feira, dia 04 de setembro.

Nós, que estamos comprometidos com o desenvolvimento nacional. Que nos preocupamos em defender as riquezas do país. Nós, que defendemos a inclusão de todos brasileiros. Que respeitamos a democracia, a liberdade e os direitos do nosso povo.

Nós, que defendemos o país não apenas nas palavras, mas com ações, estamos todos convidados para o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.

 

Patrus sobre as privatizações: “vejo com muita reserva”

Em entrevista ao canal MyNews, Patrus registrou que as privatizações propostas pelo desgoverno federal não servem ao Brasil, pois elas enfraquecem o país.

Patrus aproveitou também para deixar BEM CLARO quem realmente se beneficia dessa estratégia de desmonte do Estado brasileiro e de desconstituição das políticas públicas e sociais.

Soberania é também pensar que país nós queremos para o futuro

Tenho usado muito a expressão desenvolvimento ambiental. Faço isso para mostrar como é limitada a ideia que preservação e progresso são coisas opostas. Não são. As riquezas do nosso país podem, sim, estar a serviço do nosso crescimento.

O que precisamos, no entanto, é defender modelos de desenvolvimento que não destruam nosso meio ambiente nem comprometam nossa própria sobrevivência diante dos desafios climáticos que o planeta enfrenta. Modelos que respeitem e dêem valor às características e necessidades de cada região.

E para isso é precido defender mais. Defender nossa cultura, nosso teatro, nosso cinema. Assim como a natureza, a nossa arte também é uma riqueza da qual não podemos abrir mão, porque com ela crescemos maiores e mais fortes como nação.

Patrus anuncia frente pela soberania para debater que país queremos para as futuras gerações

Em entrevista ao Programa Ponto a Ponto, da página do Facebook PT na Câmara, na quinta-feira (22/08), o deputado Patrus Ananias (PT-MG) anunciou o relançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, no dia 4 de setembro, na Câmara dos Deputados, para “mobilizar a sociedade brasileira no debate amplo, democrático e plural sobre o país que nós queremos e o país que nós queremos deixar para as gerações futuras”.

“Quando nós falamos de soberania, nós estamos pensando primeiro em preservar e ampliar essa independência do Brasil, preservar o nosso território, nossas riquezas, nossos recursos naturais, a água, um bem fundamental”, explicou o deputado, que é secretário-geral da Frente.

Patrus chamou a atenção para a privatização do patrimônio do povo brasileiro, destacando a venda da Eletrobras, já anunciada pelo atual governo, e que “aponta na perspectiva de privatização das águas”.

“Preservar as nossas riquezas, do solo e do subsolo, garantir esse patrimônio para as gerações presentes e futuras, é a defesa que a frente vai levar para todo Brasil”, afirmou o deputado.

patrussoberania-1440x581

Patrus criticou a entrega da Petrobras, “uma empresa nacional, que é orgulho do povo brasileiro, exatamente no momento em que estamos nos tornando autossuficientes, com o pré-sal, quando poderíamos dar um salto extraordinário, vinculando estes recursos, como estava previsto, para a educação, para a saúde”.

Sobre o Acordo da Base de Alcântara (MA), assinado entre o Brasil e os Estados Unidos, e aprovado esta semana na Comissão de Relações Exteriores da Câmara, Patrus disse que esse acordo “ fere profundamente a soberania nacional”.

“Tem setores no Brasil que, infelizmente, querem que o Brasil se torne uma boa colônia dos Estados Unidos. Nós estamos entregando Alcântara, que é um território brasileiro, dos melhores do mundo. O Brasil não vai investir em pesquisas, somente os Estados Unidos estarão investindo. E a questão de Alcântara está ampliando, com suspeitas crescentes da entrega da nossa Amazônia”, alertou Patrus.

Sobre os incêndios na Amazônia, que preocupam o país e o mundo, Patrus disse que a Amazônia está ameaçada e criticou as declarações de Jair Bolsonaro, que responsabilizou as ONGs pelos incêndios.

“Infelizmente, o Brasil tem hoje um presidente que é um provocador. Como ONGs vão por fogo na Amazônia? Nós sabemos muito bem quais são os interesses, a quem interessa por fogo na Amazônia. O que vem depois do fogo? São as pastagens, a expansão da criação de gado. Então, sabemos perfeitamente quem está por trás disso”, sinalizou Patrus.

O deputado descreveu a estratégia de comunicação política de Jair Bolsonaro: “Ele lança essas teses, uma atrás da outra, para que nós fiquemos falando sobre elas, e esqueçamos a nossa responsabilidade de construirmos a pátria que nós queremos e merecemos”.

E concluiu: “Ele cumpre esse papel de ficar provocando enquanto, silenciosamente, os interesses econômicos, imperialistas, de nações poderosas, como os Estados Unidos, vão agindo e se apropriando do Brasil. Vão entregando as riquezas do nosso país, falando da pátria e do Brasil, mas continuam prestando continência à bandeira dos Estados Unidos, como se o senhor Trump fosse de fato o presidente do Brasil. E é o grande mentor do atual presidente do país”.

Publicado em https://www.viomundo.com.br/politica/patrus-anuncia-frente-pela-soberania-para-debater-que-pais-queremos-para-futuras-geracoes.html

Soberania é proteger as riquezas e o povo do nosso país

Da mesma forma que muitos usam em vão o nome de Deus, o Brasil hoje está repleto de pessoas que falam em pátria, mas não sabem o que é soberania.

Soberania é ser um país independente. É manter nacionais as riquezas do nosso país. Soberania é proteger nosso território e preservar nossos recursos naturais, do solo e do subsolo.

Para esses, e suas ideias equivocadas de nação, recomendo a leitura da nossa Constituição Federal, cujos fundamentos incluem a nossa soberania, além da cidadania e dos princípios para a construção de uma sociedade melhor e mais justa.