CPI do Crime da Vale aceita requerimentos de Patrus para audiências

A CPI do Rompimento da Barragem de Brumadinho aprovou a convocação do ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco para prestar informações à Comissão.

A CPI aprovou também o requerimento do deputado Patrus Ananias (PT-MG) para ouvir a ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Ellen Gracie, Coordenadora do Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário de Apuração (CIAEA).

O Comitê foi criado pela Vale S.A. para apoiar seu conselho de administração na apuração de causas do rompimento da Barragem I, da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG).

A pedido do deputado Patrus, serão ouvidos também os deputados Gustavo Valadares (PSDB-MG) e André Quintão (PT-MG), respectivamente presidente e relator da CPI da Barragem de Brumadinho, instalada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

A Comissão convocou também os funcionários da empresa TÜV SÜD, que atestou a segurança da barragem de Brumadinho. Além disso, a CPI aprovou requerimento de informações à Vale sobre o plano de ação adotado para evitar o rompimento de outras barragens sob a responsabilidade da empresa.

60325847_2315560785175050_1656801845093335040_n