Quem cuida da saúde tem que ter saúde

A melhoria no atendimento na saúde pública passa pela valorização de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que lutam pela implantação da jornada de 30 horas, sem redução no salário, medida prevista no PL 2295/2000. Recomendada pela Organização Mundial de Saúde, as 30 horas não são aceitas, especialmente pelo setor privado, em função de um entendimento míope, calcado no interesse do ganho imediato, a qualquer custo.

56461019_2252448928152903_5500589075825950720_n
A jornada de trabalho exaustiva, o adoecimento de profissionais, e o mais alarmante, o aumento do índice de suicídios na categoria foram relatados em encontro com trabalhadores e trabalhadoras da saúde, ocorrido na sexta-feira na Escola Sindical (BH). Em parceria com parlamentares de bancada, pedimos a realização de uma Audiência Pública para esclarecer o tema e assegurar melhores condições de trabalho para essas categorias com funções que exigem plenas condições físicas, mentais e emocionais para assistir os doentes e famílias.