Soberania é também pensar que país nós queremos para o futuro

Tenho usado muito a expressão desenvolvimento ambiental. Faço isso para mostrar como é limitada a ideia que preservação e progresso são coisas opostas. Não são. As riquezas do nosso país podem, sim, estar a serviço do nosso crescimento.

O que precisamos, no entanto, é defender modelos de desenvolvimento que não destruam nosso meio ambiente nem comprometam nossa própria sobrevivência diante dos desafios climáticos que o planeta enfrenta. Modelos que respeitem e dêem valor às características e necessidades de cada região.

E para isso é precido defender mais. Defender nossa cultura, nosso teatro, nosso cinema. Assim como a natureza, a nossa arte também é uma riqueza da qual não podemos abrir mão, porque com ela crescemos maiores e mais fortes como nação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>