Hoje é dia das trabalhadoras e trabalhadores rurais!

Foto: Ednilson Santos Barbosa / Flickr

A minha formação e militância política está profundamente vinculada à minha origem rural bocaiuvense. Às trabalhadoras e trabalhadores rurais! Com os sitiantes e posseiros do Norte de Minas eu aprendi sobre a dura vida do campo. Solidifiquei os valores relacionados à própria vida. Aprendizado que viria a me inspirar como vereador, prefeito, ministro e, agora, como deputado federal.

À frente da Prefeitura de Belo Horizonte, fizemos um bom trabalho de segurança alimentar com programas voltados para o fortalecimento da agricultura familiar. Implantamos o Direto da Roça, o Safra, o Abastecer e o Comboio do Trabalhador.

No governo do presidente Lula, no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, persistimos na determinação de promover políticas públicas de garantia de direitos ao trabalhador e à trabalhadora do campo: articulamos políticas de transferência e assistência social com programas de segurança alimentar como o Programa Nacional de fortalecimento da Agricultura Familiar – o PRONAF e o Programa Nacional de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar – o PAA.

Adiante, no governo da presidenta Dilma, no Ministério do Desenvolvimento Agrário, reavivamos a convicção da importância da agricultura familiar para o desenvolvimento nacional, quando fortalecemos o Plano Safra de Agricultura Familiar. Neste período promovemos o diálogo periódico e consistente com todas as entidades e movimentos ligados à questão da terra por meio dos Diálogos da Terra. Com eles, a discussão relativa à função social da propriedade, da reforma agrária, da agricultura familiar ganharam ainda mais ânimo e vigor.

O dia de hoje me toca de maneira muito pessoal. Quero saudar fraterna e afetuosamente as trabalhadoras e os trabalhadores rurais, as agricultoras e agricultores familiares, a todas as pessoas que trabalham a terra e reafirmar o meu compromisso inalienável com a soberania do nosso País. Compromisso que passa necessariamente pelo apoio e desenvolvimento da Agricultura Familiar, por formas mais saudáveis de produção e consumo de alimentos pelos brasileiros, dentro de princípios socioambientais justos e sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *