O Congresso Estadual do PT mostra um partido vivo e com saldo extremamente positivo

  • Sobre o Congresso Estadual do PT, preparando para o Congresso Nacional em junho: “mostramos aqui claramente, mais uma vez, que o saldo do PT no poder é imensamente positivo. Reduzimos a pobreza, expandimos a participação popular, invertemos prioridades para governar para todos e especialmente para os mais pobres. O PT está vivo e nosso compromisso é levar ele cada vez mais de volta a seus ideais fundacionais

Deputado Patrus no 6o Congresso Estadual do PT

No 6o Congresso Estadual do PT, deputado Patrus fala sobre as conquistas sociais, nas últimas décadas, do modo modo petista de governar em Belo Horizonte e no Brasil e reafirma o compromisso com os mais pobres e com um país mais justo para todos os brasileiros:

https://www.facebook.com/patrusananias13/videos/1427569670640837/

O PED do PT ontem e os Encontros Municipais para o futuro

Ontem, foi realizado o Processo de Eleições Diretas (PED) do PT no plano municipal. Em Belo Horizonte, tivemos eleições tranquilas e boa participação.
Minha expectativa é que já na próxima eleição, no lugar do PED, tenhamos Encontros Muncipais. Encontros para que se possa discutir propostas, possibilidades.
Cada vez mais estou convencido de que a democracia direta tem muitos aspectos positivos, mas a democracia participativa é o caminho ideal. Com maior número de pessoas, é no debate que nascem os melhores projetos.
Assim fizemos em Belo Horizonte, com o Orçamento Participativo presencial, que trouxe tantas conquistas e alegrias à nossa capital mineira. Assim queremos também com as próximas eleições do PT, para que projetos possam nascer e evoluir também dentro de cada processo eleitoral.
PED Belo Horizonte

PT: quem quer anistiar caixa 2 é a base de Temer

“No debate sobre anistia à prática de caixa 2, o PT tem sido acusado por setores da mídia e em redes sociais como responsável pela apresentação da proposta. Além disso, como alguns parlamentares petistas divulgaram nota contrária à medida, todos os que não assinaram estão sendo acusados de serem favoráveis. Duas inverdades. Continuar lendo

PT quer mais investigação sobre Geddel e avalia pedir impeachment deTemer

TEMER E GEDDEL

“O pedido de demissão do ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) nesta sexta-feira (25)  não elimina a necessidade de investigação dos atos irregulares cometidos por ele, outros ministros e pelo próprio presidente Michel Temer, todos acusados pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de terem cometido tráfico de influência pela liberação de uma obra embargada em Salvador.
As Bancadas do PT na Câmara e no Senado, juntamente com outros partidos de oposição, vão requerer à Polícia Federal cópia do depoimento de Calero e de provas apresentadas por ele, para uma análise detalhada, na próxima segunda-feira (28), com juristas renomados. Continuar lendo

Governo golpista aprofunda a crise econômica, diz resolução do PT

http://www.pt.org.br/governo-golpista-aprofunda-a-crise-economica-diz-resolucao-do-pt/ Em documento aprovado nesta terça-feira (22), em Brasília, partido reforça o chamado para que a militância amplie a resistência.

“Envolvido numa sucessão de escândalos, sendo o mais recente a prática de lobby em benefício próprio imputado ao ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, o governo golpista aprofunda a crise econômica, precipitando o País não apenas numa persistente recessão, mas agora numa gravíssima depressão.

Acusado pelo seu ex-colega do Ministério da Cultura, que se demitiu por não aceitar pressões para forjar um parecer contrário ao laudo do IPHAN, no sentido de liberar, no centro histórico de Salvador, um edifício de 30 andares onde comprara um apartamento, o ministro-secretário continua no cargo. Isso a despeito das iniciativas de parlamentares do PT e de outros partidos da oposição que exigem a demissão do notório Geddel, implicado no passado na fraude dos “anões do Orçamento” da União. Mas não é só a corrupção dos golpistas que assola o País. O desemprego já atinge 22 milhões de pessoas. A PEC 241 (PEC 55) aguarda a aprovação no Senado, impondo um congelamento do Orçamento e corte de recursos para áreas sociais, educaçãosaúde e investimentos. Crescem as manifestações de ódio, as medidas de exceção, a instabilidade politica, a incerteza, a insegurança e a violência. Amplia-se a crise dos Estados, à beira da falência e da inadimplência perante os servidores, ameaçados de sequer receberem o 13º salário. De um lado, avultam os privilégios da concentração de riqueza; dos salários extra-teto; dos favorecidos por uma política tributária injusta na qual os ricos pagam quase nada e os pobres entram com a maior parte; dos que vivem às custas das mais altas taxas de juros do mundo enquanto  a maioria labuta para sobreviver. Contra as políticas do governo golpista, o PT conclama a militância a ampliar a resistência, a participação nas lutas do movimento social e a engajar-se nas mobilizações deste final de mês. Brasília, 22 de novembro de 2016 Comissão Executiva Nacional”

Em reunião com bancada, Lula alerta: querem criminalizar o PT

LulaBAncada

http://www.lula.com.br/em-reuniao-com-bancada-lula-alerta-querem-criminalizar-o-pt

O deputado Patrus Ananias participou nesta segunda-feira, em São Paulo, de encontro do ex-presidente Lula com a bancada do PT na Câmara.Lula se colocou à disposição para viajar o Brasil em defesa do partido e da democracia. Ele alertou para a atual tentativa de criminalização do PT.
“Não tem sentido darem o golpe que deram neste país e deixarem o PT livre para disputar com eles nas próximas eleições”, disse.
“Temos que lutar contra a criminalização do PT e dos movimentos sociais”.
Deputadas e deputados do Brasil inteiro estiveram no Instituto Lula para debater a atual conjuntura nacional, os desafios do PT para o próximo período, as pautas da Câmara e a resistência contra a PEC 241/55, que tramita agora no Senado.

Alerta das urnas

Patrus Ananias

O PT está vivo. Ferido, mas vivo; menor do que foi em anos recentes, mas vivo e povoado de reservas morais, espirituais, culturais e políticas que o credenciam a vencer os desafios que tem que enfrentar.
As análises publicadas após o primeiro turno das eleições municipais destacam, acima de tudo, a perda de apoio popular e de poder pelo Partido dos Trabalhadores.
É notório que o PT perdeu – e muito. Sua direção reconheceu “derrota profunda do campo democrático-popular, principalmente do nosso partido”.
Mas as urnas nos dão outras notícias, tão graves que tornam reducionistas, algo como obras de torcedores, as análises centradas no desempenho do PT e/ou outros partidos de esquerda.
As eleições deste ano foram as mais despolitizadas desde que entrou em vigência a Constituição de 5 de outubro de 1988. A indiferença e, em alguns casos, a agressividade das pessoas anteciparam o elevadíssimo número de abstenções e de votos brancos e nulos. Não foi difícil compreender, a partir das ruas e praças públicas e do resultado das urnas, que a maioria da população não se envolveu com o processo eleitoral. Continuar lendo

Em resolução, PT diz que reforçará resistência ao governo golpista

http://www.pt.org.br/em-resolucao-pt-diz-que-reforcara-resistencia-ao-governo-golpista/

“A Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores, reunida em São Paulo, no dia 21 de outubro de 2016, aprovou a seguinte Resolução Política:
1) A principal tarefa do PT nas próximas semanas deve ser a de articular com os movimentos sociais e os partidos de esquerda a firme defesa das conquistas dos avanços promovidos pelos governos petistas, que vêm sendo atacados pelo governo ilegítimo, com um amplo e integral apoio da mídia monopolizada.
2) As crises que vêm sendo promovidas pelo governo usurpador, em particular a PEC 241, que congela recursos para saúde, educação e investimentos têm aprofundado a recessão econômica e o desemprego. Continuar lendo