Encontro com Presidente da OAB-MG e advogados trabalhistas

Na tarde de ontem, o deputado Patrus recebeu em seu gabinete o Presidente da OAB-MG, Fabrício Gonçalves, e advogados trabalhistas para trabalhar pelo fortalecimento da Justiça do Trabalho.

Na foto, com Fabrício Gonçalves, Carlos Silva e Maria Luiza Luz (OAB-MG), Alessandra Camarano e Nilton Correia (Abrat).

19397169_1474122879318849_2465194169498338556_n

Começam os trabalhos da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional

Iniciamos nessa tarde, com grande sucesso, os trabalhos da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional!

Soberania como defesa dos interesses do Brasil na política internacional e como parte do papel do Brasil atuando junto aos países em desenvolvimento. Soberania para defender os programas sociais e explorar de modo responsável os recursos naturais para essas e para as próximas gerações.

Soberania para investir na agricultura familiar, contra o veneno; na educação junto de políticas que permitam condições dignas de vida para os mais jovens; soberania para tomar decisões que olhem para as necessidades dos brasileiros e não do capital selvagem que vem de fora apenas para lucrar. Soberania de trabalhadoras e trabalhadores, de agricultoras e agricultores, de estudantes e da juventude de todos os cantos do nosso país.

IMG-20170621-WA0041 IMG-20170621-WA0068 IMG-20170621-WA0085 IMG-20170621-WA0072 IMG-20170621-WA0070

 

 

O Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Soberania na imprensa

Brasil 247 – “Liderada pelos parlamentares Roberto Requião (PMDB-PR) e Patrus Ananias (PT-MG), a Frente Parlamentar pela Soberania Brasileira quer se contrapor às medidas tomadas pelo atual governo sobre a gestão dos recursos naturais e sobre a linha adotada pela política externa; de acordo com o documento assinado por mais de 200 deputados e 18 senadores, tais medidas são “atentatórias à soberania do Brasil”. O ato de lançamento dessa campanha acontecerá no dia 21 de junho”

Matéria completa em https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/301955/Parlamentares-criam-frente-pela-soberania-brasileira.htm

Jornal GGN - Na próxima quarta-feira (21), mais de 200 deputados e 18 senadores irão lançar a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional. O objetivo da frente é unir os parlamentares contra medidas adotadas pelo governo de Michel Temer e que são consideradas um atentado à soberania do Brasil.

Entre as medidas criticadas, estão o desmonte da Petrobras, o esvaziamento da indústria nacional, a permissão da venda de terras para estrangeiros, a internacionalização de serviços públicos como saúde e educação e a abertura do Brasil ao oligopólio internacional de insumos agrícolas, além da adoção de uma política externa classificada como submissa.

Em sua comissão executiva, a Frente Parlamentar conta com os senadores Roberto Requião (PMDB-PR) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e os deputados Patrus Ananias (PT-MG),  Glauber Braga (Psol-RJ), Celso Pansera (PMDB-RJ), Afonso Motta (PDT-RS) e Odorico Monteiro (PSB-CE).

Matéria completa em http://jornalggn.com.br/tag/blogs/frente-parlamentar-em-defesa-da-soberania-nacional

VIOMUNDO – “Com  o apoio de 200 deputados federais e 18 senadores e a presença dos ex-ministros Luiz Carlos Bresser-Pereira e Celso Amorim, será instalada nesta quarta-feira (21/06) a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.

Proposta pelo deputado federal Patrus Ananias (PT-MG), é uma resposta às medidas atentatórias à soberania nacional que vêm sendo tomadas pelo governo do usurpador Michel Temer e seus aliados.

“Toda vez que temos uma crise, querem vender o Brasil ao capital internacional. Estão fazendo isso outra vez”, denuncia Patrus.

“Queremos que os brasileiros saibam e debatam o entreguismo a que o governo, seus patrocinadores e seus aliados estão submetendo o país, argumenta.”

Matéria completa em http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/nesta-quarta-a-largada-da-frente-em-defesa-da-soberania-nacional-os-brasileiros-precisam-saber-do-entreguismo-do-governo-diz-patrus.html

O Orçamento Participativo é um instrumento de ampliação da democracia e de combate à corrupção

O ORÇAMENTO PARTICIPATIVO (OP), implantado por Patrus Ananias na década de 90, quando era prefeito de Belo Horizonte, tornou-se referência mundial como instrumento de participação popular e promover o fortalecimento do processo democrático. Em suas palestras o deputado Patrus Ananias tem revelado uma característica importante do OP enquanto instrumento anticorrupção, pois exige que a comunidade acompanhe as ações implementadas.

“As pessoas acompanham a execução das obras e a implementação das políticas públicas. As pessoas acompanham os prazos e os procedimentos. E isso acaba sendo bom também para combater a lentidão da burocracia”

Patrus é considerado o prefeito que mais trouxe avanços sociais para a capital mineira, sobretudo com a implantação do Orçamento Participativo e as pioneiras políticas de combate à fome e à desnutrição, entre elas o Restaurante Popular.

FRENTE PARLAMENTAR MISTA EM DEFESA DA SOBERANIA NACIONAL

Proposta pelo deputado Patrus Ananias (PT-MG) e apoiada por 201 deputados e 18 senadores, será lançada em 21 de Junho, em ato na Câmara, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional.

A data de lançamento foi fixada nesta tarde, em reunião de que participaram deputados e senadores do PT, PDT, Psol, PSB, PCdoB e PMDB.
A Frente será presidida pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) e terá o deputado Patrus Ananias como secretário-geral.

18740696_1451058458291958_3168647822040528737_n 18765678_1451058581625279_2327469002491749402_n

Medidas provisórias e projeto de lei tentam legalizar grilagem e venda de terras a estrangeiros

A matéria “Amazônia Loteada” da última edição da revista Carta Capital, acusa o governo de abrir caminhos “para legalizar a grilagem e favorecer a venda de terras a estrangeiros” com 3 medidas provisórias e um projeto de lei.

A matéria relembra denúncia realizada por Patrus Ananias, em dezembro de 2016, sobre a ofensiva do governo contra a reforma agrária, que incluía a armadilha criada pela municipalização do processo de regularização fundiária dos assentamentos:

“A nossa história demonstra que a grande força contrária a reformar o campo sempre foi a das oligarquias rurais locais, costumeiramente ligadas aos poderes políticos locais”.

PA-carta-capital-amazonia

 

Nas ruas de BH, pelas Eleições Diretas

Ontem em Belo Horizonte, uma grande e bela manifestação popular atravessou o Centro da cidade, saindo da Praça da Liberdade e chegando à Praça Sete.

Uma manifestação em defesa das Eleições Diretas, para que o voto do povo tenha novamente valor para decidir qual projeto deve governar o país nos próximos anos. Uma manifestação para que o governo explicitamente corrupto que está no poder seja impedido de continuar com o desmonte do país.

A manifestação da manhã de domingo, assim como outras pelo país, não teve novamente grande destaque na imprensa chamada tradicional. Mas a mobilização popular aponta claramente a direção: o povo estará nas ruas até a queda do governo ilegítimo. O povo estará nas ruas, cada vez mais, até as Eleições Diretas. Para que novamente exista um projeto no governo que não seja o de desmontar todas as conquistas de nosso país.

IMG_20170521_121921389