A AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DO RIO DOCE É UM CRIME QUE SE RENOVA?

Patrus questiona o presidente da Fundação Renova, Wilson Nélio Brumer, sobre a exclusão de representantes da sociedade -movimentos sociais, entidades, escolas, igrejas e comunidades – nas decisões sobre a reparação da tragédia causada pelo rompimento da barragem da Samarco em Mariana, em 2015.

Patrus cobrou esclarecimentos de Brumer durante audiência na comissão que debate a privatização do setor elétrico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>