Reforma urbana já!

No contexto das grandes manifestações que mobilizaram a consciência cívica nacional, emergiu como ponta de lança a questão gravíssima do transporte coletivo nas cidades maiores e regiões metropolitanas.

Estará sempre presente na minha memória e no meu coração o depoimento de uma senhora trabalhadora que encontrei na campanha político-eleitoral de 2012. Residente em Venda Nova, utiliza duas linhas de ônibus para ir e voltar do trabalho. Disse-me ela que fica, em média, quatro horas por dia dentro dos ônibus e nos pontos de espera. Assim como ela, são milhares, milhões de pessoas. O tempo despendido, mesmo para os que usam o próprio carro ou andam de taxi, é cada vez maior.

O problema do transporte, além de algumas especificidades próprias do setor, como, por exemplo, a relação do poder público com as empresas concessionárias, está inserido no desafio maior da mobilidade urbana, que, por sua vez, nos remete ao desafio da reforma urbana.

Continuar lendo

Reunião do Diretório Nacional do PT

São Paulo, 29 de julho de 2013

Resolução sobre a situação política

“…vivemos, agora, um novo desafio histórico. O desafio de acolher e atender as reivindicações e os anseios que surgiram nas nossas ruas. Ao promover ascensão social e superar a extrema pobreza, como estamos fazendo, criamos um imenso contingente de cidadãos com melhores condições de vida, maior acesso à informação e mais consciência de seus direitos. Um cidadão com novas vontades, novos desejos e novas demandas. As manifestações são parte indissociável de nosso processo de ascensão social. Não pediram a volta ao passado. Pediram sim o avanço para um futuro de mais direitos, mais democracia, e mais conquistas sociais.”

Dilma Rousseff, Carta ao PT, 20 de julho de 2013.

Continuar lendo