Bolsa Família completa nove anos

No último dia 20 de outubro o programa Bolsa Família completou nove anos. Eu era deputado federal, quando nós aprovamos a medida provisória que instituiu o programa. Em janeiro de 2004, três meses depois, o Bolsa Família ganhou força e superou os desafios iniciais com a criação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que eu assumi a pedido do presidente Lula.

A partir de então o programa passou a interagir com outras ações e políticas públicas sociais que lhe deram suporte e apoio. De um lado, os SUAS – Sistema Único da Assistência Social – que implantamos no Ministério e a integração do com o PETI – Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, que foi uma das primeiras iniciativas que tomamos, com muito êxito.

Continuar lendo

Região metropolitana registra alto índice de mortes

Do Jornal O Tempo
Região metropolitana registra 505 mortes em quatro meses

Natália Oliveira

Para especialistas, índice é alto e motivo seria a falta de planejamento

A região metropolitana de Belo Horizonte foi palco de 505 homicídios no período de junho a setembro, uma média de quatro crimes por dia. Mesmo com uma queda de 17,65% na comparação com o quadrimestre anterior, o índice é considerado alto por especialistas, que apontam a falta de planejamento da segurança pública no Estado como o motivo de tantas vidas perdidas. Já as autoridades culpam o tráfico de drogas.

“Quase sempre a morte tem relação com dívidas de drogas ou brigas de gangue por disputa de tráfico”, disse o comandante da 2ª Região Integrada de Segurança Pública, coronel Auvear Saraiva. É o caso de um morador do Barreiro, na capital, de 21 anos, que foi assassinado em junho por causa de uma dívida de R$ 22 com um traficante. “Ele era viciado, mas até hoje não me conformo de terem tirado a vida do meu filho por tão pouco”, disse.

Continuar lendo

PBH vai parar obras na capital

Do Jornal Hoje em Dia
Marcio Lacerda barra pagamentos e PBH vai parar obras na capital


Humberto Santos

Reeleito com o discurso de um “tocador de obras”, inclusive prometendo durante a campanha eleitoral iniciar ações ainda neste ano, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), mandou suspender todos os empreendimentos previstos para serem iniciados pela administração municipal.

Também estão suspensos os pagamentos das intervenções já em andamento. Por causa disso, o prefeito até admite que as empreiteiras paralisem as obras por falta de recursos.

“Até o final deste ano, não será assinado nenhum contrato e muito menos aditivos que estejam tramitando. Também não serão dadas ordens de início das obras já contratadas”, diz trecho do comunicado enviado pelo secretário de Obras e Infraestrutura, José Lauro Terror, à direção do Sindicato da Indústria da Construção Pesada no Estado de Minas Gerais (Sicepot-MG).

Continuar lendo

A nossa luta continua

Após a informação oficial sobre o resultado das eleições em Belo Horizonte, na noite de domingo, dia 7, fiz um pronunciamento muito emocionado aos militantes que estavam no comitê da Frente BH Popular e a imprensa sobre o resultado das eleições na capital mineira.

Segue a íntegra do pronunciamento:

Continuar lendo